domingo, 21 de abril de 2013

Oficinas do BIIZU fortalecem laços dos alunos do IEEP com a escola


Cerca de 80 alunos do Instituto de Educação Estadual do Pará (IEEP) concluíram as oficinas de fotografia, desenho, web, rádio e jornal impresso, realizadas na semana passada pelo projeto Biizu, que oferece oficinas de comunicação popular em vários municípios paraenses. A entrega dos certificados e a apresentação dos trabalhos de conclusão aconteceram na manhã deste sábado (20), no IEEP, um dos mais antigos e tradicionais colégios públicos de Belém.
Com a expectativa de um futuro profissional, o aluno do primeiro ano do Ensino Médio, Felipe Monteiro, participou da oficina de desenho. Segundo ele, o aprendizado vai ajudar no curso de Arquitetura, para o qual pretende fazer vestibular.
“O que aprendi aqui vai me ajudar nos projetos da faculdade. Eu não tenho condições de pagar um curso desse tipo, e ele ser ofertado de graça, dentro da escola, é uma ideia que ajuda muita gente como eu”, disse Felipe Monteiro.
Paulo Henrique Oliveira, 17 anos, também participou da oficina de desenho para aprimorar os conhecimentos nessa área. Para ele, as oficinas do Biizu contribuem tanto para o desenvolvimento profissional do aluno, como para a valorização dos adolescentes.
“Eu sempre gostei de desenhar, mas a oficina ampliou meus conhecimentos. O mais bacana dessas oficinas é ver que o governo acredita na gente como o futuro do país. Projetos como esse incentivam que sejamos cidadãos mais indagadores sobre onde e o que podemos alcançar no futuro”, afirmou Paulo Henrique, aluno do terceiro ano do Ensino Médio.
Para Beatriz Serrão, 17 anos, a aluna do primeiro ano do Ensino Médio, que concluiu a oficina de fotografia, o aprendizado vai ajudar no dia a dia, mas o maior benefício foi poder fazer novas amizades e se aproximar ainda mais da escola. “Agora eu sei como tirar uma foto com qualidade, mas o mais legal da oficina foi passar por essa experiência dentro da escola. Agora me sinto mais próxima do IEEP”, reiterou Beatriz.
Resultado - O fortalecimento da relação dos alunos com a escola, após a realização das oficinas do Biizu, é um dos maiores resultados do projeto, segundo a vice-diretora do IEEP, Deuza Batista. “O movimento criado dentro da comunidade escolar pelas oficinas do Biizu colaboram para fortalecer essas relações. Os alunos passam a perceber que o que é ensinado na escola pode ser aplicado no dia a dia. Estreitar esses laços é uma das metas do Pacto pela Educação, lançado pelo governo do Estado, e tenho certeza que nós estamos contribuindo para alcançar as metas estipuladas, através de projetos como esse”, destacou Deuza Batista.
A vice-diretora, que elogiou a atuação dos instrutores, disse ainda que as oficinas do Biizu foram um presente para o IEEP, que completou 142 anos de fundação no dia 13 de abril. “Foi muito bom ver que a equipe do Biizu se integrou completamente a nossa escola, participando ativamente das atividades comemorativas do nosso aniversário. Em todas as oficinas os alunos foram incentivados a participar. Todo o registro fotográfico e em vídeo foi realizado por eles”, ressaltou.
O projetos Biizu, criado em 2011, é realizado pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), por meio da Diretoria de Comunicação Popular e Comunitária, e já beneficiou mais de 6 mil alunos da rede pública de ensino.
Feira do Livro - Na próxima segunda-feira (22), o projeto vai realizar oficinas no município de São Domingos do Capim, no nordeste do Pará. O Biizu também estará presente na XVII Feira Pan-Amazônica do Livro, realizada no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, de 26 de abril a 5 de maio.
O coordenador de oficinas do Biizu, Felipe Braun, explicou que as oficinas na Feira do Livro terão um formato mini, com duração de seis horas. Ele também informou que a Feira do Livro terá uma oficina especial de produção de quadrinhos. “É a primeira vez que vamos realizar uma oficina de quadrinhos, e temos certeza que será um sucesso. Mas essa não é a única novidade do Biizu para 2013. Já estamos estudando uma forma de ter oficinas fixas do Biizu em pontos estratégicos da cidade”, anunciou o coordenador.
As inscrições para as oficinas do Biizu na Feira Pan-Amazônica do Livro estão disponíveis no site da feira: www.feiradolivro.pa.gov.br

Texto:
Dani Filgueiras - Secom
Agência Pará de Notícias

Atualizado em 20/04/2013 às 19:42

terça-feira, 9 de abril de 2013

Liberada a lista de servidores contemplados no Cred-livro 2013

Já está liberada a lista de servidores contemplados no Cred-livro 2013! Servidores efetivos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) já podem consultar no site da instituição: wwww.seduc.pa.gov.br, se o seu nome está na lista. Este ano, mais de 17 mil servidores de 105 municípios das regiões Metropolitana, Guamá, Rio Capim, Rio Caetés, Tocantins, Araguaia, Xingú e Marajó receberão o bônus em um investimento do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) na ordem de R$ 4,4 milhões.

Desde 2005, quando foi criado, o bônus faz parte de um programa especial de formação continuada aos profissionais do magistério da Seduc, que tem como objetivo, estimular o aprimoramento pessoal e profissional do quadro docente através da promoção e do acesso a recursos que contribuam na formação crítica e cidadã, favorecendo o hábito da leitura, tendo em vista a melhoria da prática pedagógica.

O valor do bônus é de R$ 200, e será depositado diretamente na conta bancária do servidor ou emitido pelo banco por meio de um cartão nominal à partir do dia 26 de abril, quando inicia a XVII Feira Pan-Amazônica do Livro, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

Para ser contemplado, além de ser efetivo, o servidor deve possuir carga horária superior a cem horas e obedecer a alguns critérios como: ocupar cargo de professor e/ou técnico de magistério; estar lotado em regência de classe ou em projetos educacionais; ser ocupante de cargos e funções técnicas como administrador, orientador,supervisor e especialista em educação; ser professor ou técnico e estar de licença para aprimoramento, prêmio, saúde, maternidade ou paternidade; ser ocupante de cargos técnicos que assessoram diretamente escolas e alunos como bibliotecários, psicólogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais e sociólogos. O bônus deverá ser utilizado, exclusivamente, nos stands da Feira do Livro até o dia 05 de maio quando a feira termina. 


CLIQUE AQUI e veja se você foi contemplado

quarta-feira, 20 de março de 2013

O que é o Programa Mais Educação?

Contribuir para a formação integral de crianças e adolescentes por meio de atividades sócio-educativas nos mais variados campos como: das artes, cultura, esporte, lazer, inclusão digital, entre outros, é meta prioritária do Programa Mais Educação. Uma iniciativa do Governo Federal, desenvolvida nas escolas da rede pública de ensino. As atividades do Programa são desenvolvidas sempre no contraturno escolar, onde são levados em consideração ações, projetos e programas Estaduais e Municipais, em consonância com o Projeto Político Pedagógico de cada escola.

As escolas são selecionadas com base em alguns critérios como: possuir estudantes que apresentam defasagem idade/ano; estudantes das séries finais da 1ª fase do ensino fundamental (4º e/ou 5º anos), onde existe maior saída extemporânea de estudantes na transição para a 2ª fase; estudantes das séries finais da 2ª fase do ensino fundamental (8º e/ou 9º anos), onde existe um alto índice de abandono após a conclusão; estudantes de anos/séries onde são detectados índices de evasão e/ou repetência e assim sucessivamente; estudantes que desempenham papel de lidera nças congregadoras em relação aos seus colegas.

Com a efetivação do Programa Mais Educação na escola é esperado pontos positivos que envolvam e tragam benefícios a toda a comunidade escolar com a redução na defasagem série/idade em virtude de dificuldades ensino e de aprendizagem; mobilização da comunidade escolar em prol de uma educação de qualidade que priorize a formação integral por meio da ampliação de tempos, espaços e oportunidades educativas; mobilização dos Conselhos Escolares na implantação da gestão democrática e participativa e a redução da reprovação e evasão escolar, entre outros.

Ascom/Seduc

Seduc e Simineral lançam concurso de redação sobre riquezas do Pará

Estão abertas as inscrições para o concurso de redação promovido pela Secretaria de Estado de Educação - Seduc e o Sindicato das Indústrias de Mineração do Estado do Pará – Simineral. Com o tema “As riquezas minerais do estado do Pará e o desenvolvimento local” o certame é voltado para os estudantes da rede pública de ensino. O lançamento do concurso ocorreu durante a programação da 2 ª versão do Anuário Mineral do Pará nesta quinta-feira, no espaço São José Liberto. As inscrições podem ser feitas no período de 15 de março a 12 de abril de 2013, no site da Secretaria de Educação (www.seduc.pa.gov.br/2concursoredacaomineracao).

A representante da Seduc e presidente da comissão organizadora do concurso, Ana Cláudia Silva, enfatizou que é uma chance fantástica pra os alunos desenvolverem o senso crítico em relação a área mineral, que é de grande importância para o Pará e o Brasil. Na ocasião, ela informou
que o edital do concurso sofreu duas alterações. A primeira é que podem participar os alunos do Sistema Modular de Ensino- SOME e que qualquer professor efetivo da rede pode participar como orientador, uma vez que os alunos inscritos no concurso vão precisar da orientação dos docentes. Diferente da versão de 2011 que premiou até o terceiro colocado, este ano, o concurso vai premiar até o quinto.

Ana Cláudia informou, ainda, que os cartazes com informações sobre o concurso já estão sendo distribuídos nas escolas da rede, assim, espera-se uma participação efetiva dos estudantes. A intenção da parceria entre a Seduc e o Simineral é de promover o concurso de redação buscando estimular a produção textual dos discentes, do 5º ao 8º ano, do Ensino Fundamental e Educação
de Jovens e Adultos e do Ensino Médio (regular, profissional e Educação de Jovens e Adultos), vinculados à rede pública estadual de ensino.

Poderão participar os estudantes matriculados regularmente nas escolas da rede pública estadual de ensino; estar cursando o Ensino Fundamental Maior (regular, EJA e Profissionalizante); estar cursando o Ensino Médio regular, EJA e Profissionalizante; se menor de idade, terá que ter a
autorização dos pais/responsáveis.

O gênero textual definido para o concurso de redação é o texto dissertativo, com o mínimo de 20 (vinte) linhas e o máximo de 40 (quarenta) linhas, sobre a temática “As riquezas minerais no Estado
do Pará e os desafios do desenvolvimento local”.

Todas as informações sobre o certame estão disponíveis na minuta do Edital, bem como seus anexos, para consulta e impressão no site: http://www.seduc.pa.gov.br/concursoredacaomineracao.
Os vencedores receberão como prêmios tablet, netbook e máquina fotográfica digital.

Texto: Izabel Cunha

Atividades do PNAIC estão suspensas no Pará

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) comunica que as ações de formação dos orientadores de estudo e dos professores alfabetizadores previstas para o Pacto Nacional para a Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), no Estado do Pará, estão provisoriamente suspensas. A Seduc está fazendo todo o empenho possível junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para que seja disponibilizado o orçamento para viabilizar o material didático e demais componentes essenciais ao desenvolvimento do programa. Tão logo sejam resolvidas as pendências, as atividades serão retomadas com um novo cronograma das ações.

Fonte: Ascom/Seduc

sexta-feira, 15 de março de 2013

Mais de 700 vagas estão abertas nos cursos do Pronatec

Estão abertas as inscrições para os cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no Pará. No momento, estão sendo ofertadas 748 vagas para a Formação Inicial e Continuada (FIC) nos municípios de Belém, Castanhal, Marabá e Juruti. O público alvo dos cursos são os alunos regularmente matriculados na Rede Estadual cursando o Ensino Médio ou a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os alunos interessados devem procurar a sua escola para realizar a pré-matrícula através do Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) e optar pelo curso de sua preferência, que esteja sendo ofertado. Para a inscrição os estudantes devem ter em mãos os seguintes documentos: RG, CPF e Comprovante de Residência.

Caso o aluno tenha sido selecionado deve comparecer a Instituição de Ensino, na qual se inscreveu, e levar a seguinte documentação para confirmar a sua matrícula: RG, CPF, comprovante de residência, declaração de matrícula na escola pública e a carta de encaminhamento do Sistec.

Os alunos menores de idade precisam estar acompanhados pelos responsáveis e estes portando algum documento de identificação. A data de confirmação de matrícula será de responsabilidade de cada instituição de ensino, no horário de funcionamento.

Nilce Silva, Técnica em Educação da Coordenação de Ensino Médio (Coem) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), esclarece que o aluno deve procurar a escola estadual onde está matriculado para realizar a pré-matrícula. “Os estudantes só devem procurar a Instituição de Ensino ofertante do curso no ato da confirmação de matrícula, após o resultado da seleção”, explica Nilce.

Criado em 26 de outubro de 2011, com a sanção da Lei nº12.513/2011, o Pronatec tem o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos técnicos e profissionais de nível médio, e de cursos de formação inicial e continuada para trabalhadores (FIC).

Para a oferta dos cursos, o Programa conta com a parceria de diversas instituições de ensino estaduais e federais como: Escola de Música da Universidade Federal do Pará (Ufpa), Escola de Teatro e Dança da Ufpa, Instituto Federal de Educação do Pará (Ifpa) e a Rede de Escolas Tecnológicas do Estado do Pará da Seduc.

Ainda fazem parte, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat).

Melhores informações acesse : SITE SEDUC

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Matrículas continuam


Em 2013, a Secretaria de Estado de Educação disponibiliza mais de 4500 vagas a todos que desejam ingressar nas Escolas de Educação Tecnológica do Pará, por meio da abertura de pré-matrícula, uma forma mais democrática de acesso às nossas Escolas Estaduais. A Pré-Matrícula destina-se aos novos estudantes que desejam uma formação profissional qualificada, integradora entre Ensino Médio e Educação Profissional, no período de 9 horas do dia 18/01/2013 às 23 horas e 59 minutos do dia 10/02/2013.
Não perca tempo! Garanta já a sua vaga!
Escolha uma das Formas dos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio e clique em “PROEJA” ou “INTEGRADO” e navegue nas orientações.